Newsletter
Mantenha-se atualizado e receba a nossa newsletter, veja aqui algumas.
newsletter
Newsletter | Ano em Revista 2015

 
Quem costuma receber e ler as nossas newsletters pode pensar que nos esquecemos de a apresentar nos últimos meses. Na realidade, o ano 2015 passou tão depressa que não conseguimos produzir elementos capazes de mostrar a quem nos acompanha o que temos andado a fazer! No entanto, como diz o ditado “antes tarde do que nunca”. Para compensar esta ausência resolvemos fazer um resumo do que temos desenvolvido ao longo deste último ano sob o formato de uma revista.

O ano 2015 foi, efectivamente, um ano de consolidação de muitos processos, nomeadamente ao nível
da internacionalização. A grande aposta foi a China e ganhamos! Já estamos a desenvolver vários projectos neste país e as primeiras obras já avançaram, como por exemplo um hospital em Guanghzou e uma nova unidade do Y-Long Resort’s and Hotels. Em África, para além de consolidarmos o mercado em Angola, Guiné-Equatorial, Ghana e Cabo Verde, novos mercados surgiram como a Guiné-Conakry, Congo, Benim e Costa do Marfim Na América Latina, abrimos muito recentemente uma delegação no Perú.

Toda esta expansão exigiu muito trabalho de organização pois, independentemente da tão falada “crise” em Portugal, fomos capazes de crescer dentro do nosso próprio país, em termos de volume de negócios, de obras/ projectos adjudicados, bem como ao nível da nossa equipa através da contratação de mais recursos humanos. Tudo isto se deve a muito esforço e muita dedicação por parte de uma equipa, que todos os dias dá o seu melhor para que a VHM cresça e persista.
É por isso que esta revista é dedicada aos colaboradores, que são o ‘’património da empresa’’. É esse “património” que queremos homenagear, agradecendo e apresentando a nossa total gratidão! Muito obrigada a todos!

Não queria finalizar sem deixar uma mensagem para o futuro. Neste período de incerteza, temos de continuar a trabalhar como temos feito até hoje, pois desta forma o tempo continuará a passar depressa, e quando olhamos pela janela perceberemos que continuamos em contra-ciclo.

Um bem-haja.
Vitor Hugo Leal Gomes

Download Ficheiro